O bigode do gato

bigode do gatoA maioria dos gatos domésticos tem hábitos noturnos. O bigode os ajuda a identificar objetos próximos e capturar presas depois que anoitece

Analisemos o seguinte: Os pelos do bigode do gato estão ligados a tecidos que possuem várias terminações nervosas. Esses nervos são sensíveis até ao mais leve movimento do ar. Por isso, os gatos podem detectar objetos próximos sem vê-los – o que obviamente é uma vantagem no escuro.

Visto que seu bigode é sensível à pressão, os gatos o usam para determinar a posição e o movimento de um objeto ou de uma presa. O bigode também ajuda o gato a medir a largura de uma abertura antes de passar por ela. A Enciclopédia Britânica reconhece que “as funções dos pelos do bigode do gato (as vibrissas) ainda não são totalmente entendidas; mas sabe-se que, se forem cortados, o gato ficará temporariamente incapacitado”.

Cientistas estão projetando robôs equipados com sensores que imitam o bigode do gato, pois assim eles poderiam evitar obstáculos. Esses sensores, chamados de e-whiskers (bigode eletrônico), “devem oferecer uma ampla gama de aplicações na robótica avançada, interfaces de interação homem-máquina e biotecnologias”, disse Ali Javey, um pesquisador da Universidade da Califórnia, Berkeley.

Como, então, alguém pode achar que isso veio de um processo evolutivo mais do que aleatório? Pensar assim é o mesmo que acreditar que jogando um monte de palavras no ar quando elas caírem no solo teremos um dicionário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s