Meios ordinários e extraordinários de manter a vida

Destacado

Se vivemos, vivemos para o Senhor; se morremos, morremos para o Senhor. Quer vivamos quer morramos, pertencemos ao Senhor (Romanos XIV, 8).

Na época da terrível morte de Terry Schiavo, nos EUA, uma pergunta ganhou corpo na reflexão ética: onde se inicia o excesso terapêutico? Obviamente, tal questionamento não era novo, ele já passou pela cabeça de quase todos que se depararam com uma situação limite que atingiu um amigo ou parente, mas naquele momento, nos meios tradicionalistas católicos, a problemática se tornou fraticida, na medida em que algumas vozes influentes mostraram divergência sobre o que se entendia como moralmente correto na condução do caso citado. Uma resposta doutrinariamente precisa e, ao mesmo tempo, aberta às mudanças da técnica era necessária e, por isso, acabei conseguindo um texto do então professor de Teologia Moral do seminário da FSSPX nos EUA, o Pe. Juan Carlos Iscara, que traduzi e resumi da maneira que segue: Continuar lendo

Como a Missa Latina Tradicional suscita mais participação ativa que a Forma Ordinária

Destacado

Texto original: New liturgical movement

Por Peter Kwasniewski

****************

april_04__2010___555

Quantas vezes os apreciadores do Rito Romano clássico já ouviram a objeção: “A Missa nova é melhor que a antiga porque permite maior participação ativa dos fieis”, ou “A Missa antiga tinha de ser eventualmente reformada, porque o sacerdote era o único fazendo alguma coisa, e as pessoas eram todas espectadoras mudas”. Meu objetivo neste artigo é refutar tal alegação e demonstrar que, pelo contrário, o oposto é verdadeiro.

A reencarnação é racional? [2]

Destacado

Texto de Karlos Guedes

vidas_passadas_2Uma crença religiosa que parece não ter muitos adeptos no mundo cristianizado é o espiritismo. Entretanto, em terras tupiniquins, ela tem uma popularidade impar. Some-se ao desprezo pela moral, a falta de transcendência e de rigor dogmático. Esta heresia goza da incrível capacidade de sincretismo. Talvez nessas considerações seja possível entender a simpatia por ela aqui no Brasil.

O princípio basilar do espiritismo é o da reencarnação, ou seja, a crença de que, após a morte, a alma de um ser humano retorna ao mundo material em outro corpo. Há também a metempsicose, variação desta doutrina, que é o retorno sob a forma de outras espécies. Continuar lendo

Catecismo sobre o aborto

Destacado

bebc3aa

1. O que é o aborto?

Aborto, em sentido lato, é a morte do produto da concepção e sua expulsão do organismo materno em qualquer fase de seu desenvolvimento pré-natal.

Isto pode ocorrer por causas naturais, que não dependem da vontade humana ou interferência externa. É o chamado aborto espontâneo, que ocorrerá, nesses casos, por distúrbio do organismo materno ou por algum acidente sofrido pela mãe durante a gravidez.

Nessas próximas perguntas e respostas, porém, o termo “aborto” será sempre usado no sentido de aborto voluntário, provocado, direto, doloso. Ou seja, toda e qualquer intervenção, por meios cirúrgicos ou farmacológicos, que visa matar e expelir o produto da concepção, desde o momento em que essa se inicia até o nascimento, isto é, ao longo de toda a vida pré-natal. Continuar lendo

Deficientes na Coreia do Norte

Vídeo impressionante de uma refugiada norte-coreana no qual ela conta o tratamento que os deficientes, físicos ou mentais, sofrem no seu país de origem:

Notem como o mundo ocidental, que tinha entre os seus valores (derivado do cristianismo) o cuidado com os mais fracos, se aproxima cada vez mais do “reino comunista”. Um exemplo disso é o que o utilitarismo e o apego à vidinha pequeno burguesa fizeram a uma nação como a islandesa que, por meio do aborto eugênico, condena seus membros com síndrome de down à morte.

Leituras selecionadas (12/2020)

Nota

A partir deste mês, as Leituras selecionadas também vão contar com uma seleção de textos, vídeos ou áudios (especialmente de cunho político, econômico ou social) que não tocam diretamente em questões religiosas, mas que dizem respeito a problemas que atingem ou podem atingir a vida eclesial e a cosmovisão católica de sociedade no curto, médio ou longo prazo.

Bishop’s Election in the Swiss Diocese of Chur Highlights Local Catholic Divisions

A eleição do bispo da diocese de Chur, na Suíça, além de confrontar algumas das tendências internas da Igreja, jogou luz sobre um processo que hoje em dia é excepcional no Ocidente: os membros da diocese, no caso o cabido da catedral, elegem seu bispo (a partir de uma lista tríplice mandada por Roma).

Some Cerulean Blue Vestments from Italy

O uso dos paramentos azuis na Itália não foi só Missa de Nossa Senhora.

Reconcling With The Really Real

Rod Dreher escreve sobre o fato do cristianismo ser mais que um sistema intelectual, moral ou político, mas um encontro com a realidade mais íntima das coisas. Destaco o seguinte trecho:

To be unified with him is to reconcile ourselves to the deepest reality of existence. It is not enough to affirm the Truth with one’s mind, but to submit the heart (symbolically, the seat of desire) to that Truth, and also one’s body. The Truth, remember, is a person; God calls us not to affirm a proposition, but to imitate a life.

Truly “Another Life is Possible”

Relato sobre um conjunto de comunidades de origem anabatista, mas que, mesmo com essa gênese herética, pode nos dar lições sobre como enfrentar a sociedade de massas e o metacapitalismo.

sinagoga

Sinagoga vendada na porta da catedral de Bamberg

The Truthfulness of the Pre-1955 Good Friday Prayer for the Jews

A teologia por trás da antiga prece pelos judeus na Sexta-feira Santa.

If 2020 Was a Nativity Scene

O que está por trás do aberrante presépio exposto neste ano no Vaticano.

Viktor Orbán’s Fourth Answer to George Soros’ Article

Nova resposta do primeiro-ministro húngaro às últimas investidas de Soros na Europa.

Não deixe o sal perder sua força

Texto de D. Lourenço, da Permanência, no qual ele explica a perspectiva dessa instituição e família de almas sobre a crise da Igreja no pós-concílio.

A Missa é um freio ao globalismo

Porque a Missa é o melhor remédio contra a ética maçônica e o globalismo.

Aborto: Como a Argentina chegou à atual situação. E o que o Brasil pode aprender

O caminho que a Argentina seguiu até a terrível decisão do senado desse país no último dia 30, dando um destaque especial ao papel da Igreja na oposição à monstruosidade do aborto.

With Biden’s New Threats, the Russia Discourse is More Reckless and Dangerous Than Ever

Glenn Greenwald argumenta que a retórica e a práxis conflitiva dos democratas é algo que a grande mídia já começa a reverberar, ponto para “debaixo da cama” toda a “visão crítica” dos anos Trump.

500 anos da excomunhão de Martinho Lutero

the-devil-eduard-schoenO Veritatis lembrou-me hoje que a 3 de janeiro de 1521 o Papa Leão X excomungava o heresiarca Martinho Lutero, a quem o poeta português Garcia de Resende dedicou estes justíssimos versos (in «Miscelânea», 1554 – póstumo):

Com heresias e manha
Vimos o falso Lutero
Converter em Alemanha
Tanta gente, que é façanha
Na maior força do império:
Contra nossa fé pregando,
E do Papa blasfemando,
Dos Bispos, dos Cardeais,
Venceu batalhas campais
A grande gente do seu bando.

Com sua língua maligna,
E preceitos desonestos,
Semeia sua doutrina
Cheia de luxúria indigna
E vergonhosos incestos:
O que mais deve doer,
É que vemos estender
Este veneno a mais terras
E com pestíferas guerras
Tarda remédio poer.

E quem o Papa eleito considera um “reformador, que tinha boas intenções”…

O Te Deum na véspera do ano novo

Tradução e adaptação de um texto originalmente publicado no New Liturgical Movement:

É um costume secular nas igrejas católicas o canto do Te Deum, o hino de ação de graças por excelência, no dia 31 de dezembro, para agradecer pelas bênçãos recebidas ao longo do ano que passou. Em Roma, o Papa e os cardeais residentes tradicionalmente atendem à cerimônia do Te Deum na igreja do Sagrado Nome de Jesus, conhecida como “il Gesù”, a igreja mãe dos jesuítas. No anos recentes, contudo, essa cerimônia tem sido celebrada em São Pedro, junto às primeiras Vésperas da Solenidade de Maria, Mãe de Deus, e de uma bênção eucarística. Continuar lendo

A mensagem da rainha, a pandemia e a nossa forma de governo

Acabei de ver o seguinte vídeo, que é a mensagem de Natal da rainha Elizabeth II do Reino Unido:

Além da bela reflexão cristã, perfeitamente inserida numa sociedade com diversidade de religiões, como é a de seu país nos dias de hoje, essa mensagem reforçou em mim algo que notei no vídeo que a soberana gravou no começo da quarentena do COVID-19 em seu país: Continuar lendo