Meios ordinários e extraordinários de manter a vida

Destacado

Se vivemos, vivemos para o Senhor; se morremos, morremos para o Senhor. Quer vivamos quer morramos, pertencemos ao Senhor (Romanos XIV, 8).

Na época da terrível morte de Terry Schiavo, nos EUA, uma pergunta ganhou corpo na reflexão ética: onde se inicia o excesso terapêutico? Obviamente, tal questionamento não era novo, ele já passou pela cabeça de quase todos que se depararam com uma situação limite que atingiu um amigo ou parente, mas naquele momento, nos meios tradicionalistas católicos, a problemática se tornou fraticida, na medida em que algumas vozes influentes mostraram divergência sobre o que se entendia como moralmente correto na condução do caso citado. Uma resposta doutrinariamente precisa e, ao mesmo tempo, aberta às mudanças da técnica era necessária e, por isso, acabei conseguindo um texto do então professor de Teologia Moral do seminário da FSSPX nos EUA, o Pe. Juan Carlos Iscara, que traduzi e resumi da maneira que segue: Continuar lendo

Como a Missa Latina Tradicional suscita mais participação ativa que a Forma Ordinária

Destacado

Texto original: New liturgical movement

Por Peter Kwasniewski

****************

april_04__2010___555

Quantas vezes os apreciadores do Rito Romano clássico já ouviram a objeção: “A Missa nova é melhor que a antiga porque permite maior participação ativa dos fieis”, ou “A Missa antiga tinha de ser eventualmente reformada, porque o sacerdote era o único fazendo alguma coisa, e as pessoas eram todas espectadoras mudas”. Meu objetivo neste artigo é refutar tal alegação e demonstrar que, pelo contrário, o oposto é verdadeiro.

A reencarnação é racional? [2]

Destacado

Texto de Karlos Guedes

vidas_passadas_2Uma crença religiosa que parece não ter muitos adeptos no mundo cristianizado é o espiritismo. Entretanto, em terras tupiniquins, ela tem uma popularidade impar. Some-se ao desprezo pela moral, a falta de transcendência e de rigor dogmático. Esta heresia goza da incrível capacidade de sincretismo. Talvez nessas considerações seja possível entender a simpatia por ela aqui no Brasil.

O princípio basilar do espiritismo é o da reencarnação, ou seja, a crença de que, após a morte, a alma de um ser humano retorna ao mundo material em outro corpo. Há também a metempsicose, variação desta doutrina, que é o retorno sob a forma de outras espécies. Continuar lendo

Catecismo sobre o aborto

Destacado

bebc3aa

1. O que é o aborto?

Aborto, em sentido lato, é a morte do produto da concepção e sua expulsão do organismo materno em qualquer fase de seu desenvolvimento pré-natal.

Isto pode ocorrer por causas naturais, que não dependem da vontade humana ou interferência externa. É o chamado aborto espontâneo, que ocorrerá, nesses casos, por distúrbio do organismo materno ou por algum acidente sofrido pela mãe durante a gravidez.

Nessas próximas perguntas e respostas, porém, o termo “aborto” será sempre usado no sentido de aborto voluntário, provocado, direto, doloso. Ou seja, toda e qualquer intervenção, por meios cirúrgicos ou farmacológicos, que visa matar e expelir o produto da concepção, desde o momento em que essa se inicia até o nascimento, isto é, ao longo de toda a vida pré-natal. Continuar lendo

Leituras selecionadas (7/2020)

Nota

Te lucis ante terminum

A experiência na recitação das Completas segundo o rito tradicional anterior a São Pio X.

Perseguição religiosa na China

Texto do Boletim Permanência traça um quadro da perseguição à Igreja na China desde a chegada ao poder dos comunistas.

Knives Out: Knights of Malta Saga Reaches New Crisis Point

A confusão causada por uma intervenção ilegal do Vaticano na Ordem de Malta, em prol dos “reformistas” germânicos, continua a ter capítulos. Felizmente, surgiu no horizonte uma esperança de oposição.

Pilgrimage: Inside an Indian village’s devotion to Saint Anthony

A devoção a Santo Antônio num vilarejo indiano.

Archbishop of Cyprus: Turks are uncivilized and coarse – Europeans are indifferent

Arcebispo da Igreja Ortodoxa no Chipre comenta sobre a recente iniciativa turca de transformar Santa Sofia novamente numa mesquita.

Polish Right’s Narrow Victory

Uma análise sombria sobre a vitória dos “conservadores” na última eleição presidencial polonesa e o papel dos católicos nesse novo quadro político.

“That Guy In Rome”: A Catholic Town in Idaho Where The Pope is a Heretic

O cenário tradicionalista no norte do Idaho (EUA), em que a existência de vários grupos criou uma sinergia que atrai cada vez mais pessoas.

Por que Bolsonaro não respondeu à provocação dos bispos petistas?

Sobre a irrelevância da Igreja no debate público nacional da atualidade e de como essa ficha não caiu na cabeça dos burocratas da CNBB.

The Strange Case of the Antipope Venerated as a Saint

As complicações no rol dos santos venerados são antigas.

Contra a liturgia em vernáculo: a Igreja deve ter uma língua sagrada

Tradução e adaptação de um texto de Peter Kwasniewski:

“Pentecostes nos mostra que os Apóstolos falaram com todos em suas próprias línguas – e não era em latim” – Isso é verdade, mas há muitas outras lições nesse evento fundante da Igreja.

Sempre que nos preparamos para celebrar a festa de Pentecostes – uma festa tão grande aos olhos da Igreja que sua comemoração durante oito dias (é uma oitava) no rito romano tradicional data do final do século VI – devemos ponderar sobre o que o dom das línguas significa e não significa. Continuar lendo

D. Henrique Soares reflete sobre a morte

Sábado passado acolitei uma Missa celebrada por um padre da diocese de Palmares e ele se referiu ao estado de saúde de D. Henrique Soares, contando que uma hora ele parecia melhor e outra hora pior. No dia seguinte veio a notícia da morte do bispo…

Ouvi falar dele, a primeira vez, no antigo Orkut e depois tomei contato com alguns de seus textos. Obviamente, tratava-se de um neoconservador (com fortes ligações com algumas alas da RCC), dos que tentam salvar o Vaticano II e a estrutura construída em torno dele (isso já foi, inclusive, algo de crítica num texto aqui do site escrito por Cláudio); mesmo assim, ele estava muita cima da média do episcopado atual, não só no que se refere ao conhecimento da doutrina, mas no cuidado com a salvação das almas.

Desse modo, achei bem representativa desse cuidado – algo facilmente percebido pelo sensus fidei – as duas reflexões sobre a morte contidas no seguinte vídeo:

Como a devoção a uma santa indígena levou um jovem à vocação dominicana

Um depoimento interessantíssimo que li no Twitter de um jovem padre dominicano dos EUA: 

My devotion to St. Kateri Tekakwitha, or “How a Random Encounter with a Saint Changed My Life and Forced Me to Discern My Vocation Seriously:” A thread

In 2008, I started teaching 7th grade at St. Michael Indian School on the Navajo Reservation. Fresh out of college, untrained to be a teacher, moving to a new place, struggling deeply with sin, & desiring to give my life to Christ, I arrived on the Rez with a lot on my plate.

I went to the Reservation because I made a deal with God. I would give Him one year of service to the poor & daily prayer. In exchange, at the end of the year, unless led otherwise, I will stop discerning priesthood, get married, have 5 kids, & live an upper, middle-class life.

My 1st day on campus, I saw this beautiful statue of a Native American woman named “Blessed Kateri.” I had never heard of her. As a Catholic, I figured it was good to have saints interceding on my behalf, so, knowing nothing about her, I began praying for her intercession.

Within a few weeks of being on the Reservation, teaching, & praying everyday — simple prayer life really, back then, Rosary and Scripture in the morning, examination of conscience & bedtime prayers in the evening — my life began to unravel in the most delightful ways.

The sins which had so enamored me became less attractive, even repugnant. The desire to be a priest, which I had rejected & resisted for years, was increasingly the only thing that made sense. Mass, which was something I always did, now became the absolute center of my life.

Everyday I prayed for the intercession of this saint I hardly knew: Blessed Kateri. Finally, I relented and started to research her life. What I discovered me inspires me to this day. Orphaned at a young age & under immense pressure to do otherwise, she gave her life to Christ.

Her life was totally different from my own, but her complete desire to give all things to Jesus resounded in my heart. She was praying for me and challenging me to imitate her total gift of self and everyday she watched over me as I walked into & out of school under her statue.

I still pray with St. Kateri each day. Now, I pray for those on the Navajo Reservation who struggle with poverty and all of the ill effects that systemic poverty brings on a community. I have especially prayed for the Navajo as they’ve been wracked by COVID-19.

In the end, the saints are our advocates, our friends, our brothers and sisters whose prayers echo eternally in the presence of God. I hope you will find a saint like St. Kateri who can help lead you from where you are to where God wants you to be next.
St. Kateri, pray for us.

Tweetado pelo Pe. Patrick Hyde, OP (@frpatrickop) em 14/07/2020.

Rubricas gerais do Missal Romano anteriores a 1962

Esta é uma tradução para o inglês das rubricas gerais do Missal Romano anteriores à reforma de João XXIII. Nela se encontra o texto revisado por Clemente VIII em 1604 e as reformas feitas por São Pio X, que foram incorporadas na edição típica de 1920, e que estão aqui em itálico.

Canticum Salomonis

We are pleased to offer our readers the first English translation (aside from a sorry Anglican effort) of the General Rubrics of the Missal promulgated by His Holiness the Lord Clement VIII, which remained in force (with amendments by the Lord Benedict XV) until the reign of John XXIII. Download the PDF below. May it prove useful to all those devoted to the ancient traditions of the Roman Church! Ante mori quam novitatibus consentire!

Ver o post original