Textão é enfadonho

Trecho de entrevista (“História sem luminosidade”) com o filósofo Roberto Romano, da UNICAMP, publicada no Jornal do Commercio (Recife) em 23 de agosto do corrente ano, e que mostra como estamos caminhando rapidamente para o “reino da superficialidade e do imediatismo” na vida cultural :

quoteEm tempos de escritas rápidas e de leituras idem o livro se transforma em objeto ignorado mesmo entre pessoas habitualmente consideradas intelectuais. O livro supõe um tempo lento de escrita, impressão, difusão, leitura. Mesmo com os avanços técnicos trazidos pelo computador, lançar um livro é menos ágil do que ler e redigir algo nas redes sociais. O jargão dos usuários daqueles serviços é demais eloquente: um escrito com mais de 3 mil caracteres é “textão” enfadonho. Não é de hoje o problema, nem é exclusivamente da internet. 

(…)

Hans Robert Jauss e outros que  elaboraram uma estética da recepção indicam: livros de longo fôlego não carreiam o entusiasmo do leitor domesticado pela cronologia da TV, rádio, etc. Poemas e compêndios que reúnem muitas páginas são mencionados mas pouco lidos. O Paraíso Perdido de Milton, Os Lusíadas, a Divina Comédia, integram a lista. A quantidade cansa. Em cada linha é preciso recolher informações que só a ordem erudita fornece. Se no caso de livros clássicos tal óbice existe, imaginemos a cultura dos instantâneo que rege o mundo digital. Nela, alguém escreve algo em Pequim e na pequena São Bento do Sapucaí chega de imediato a mensagem enviada. O livro exige tempo, paciência e memória. Nas ciências ele supõe saberes multifacetados, das matemáticas à geografia, da física às biologias. Não se lê um volume teórico ou menos um romance com a rapidez que marca o WhatsApp. Continuar lendo

Leituras selecionadas (8/2020)

Nota

A morte de D. Pedro Casaldáliga e o futuro da Teologia da Libertação

Um itinerário da TL, do desvirtuamento da Ação Católica à Teologia gay e ecológica.

Napoli, preghiere e balli etnici in Duomo per l’Assunta

Orações e danças hindus na catedral de Nápoles em comemoração à Assunção.

museu igreja escondidaMuseum of 17th-Century Hidden Catholic Church in Amsterdam to be closed? — considered “too Western”

Um museu em Amsterdam, que se constitui de uma das antigas capelas secretas do tempo da revolução protestante, está ameaçado de fechamento por ser muito “ocidental” e “branco”.

As South Korea Revises Abortion Law, Catholics Mobilize to Protect Unborn Life

Católicos resistem à possibilidade de mudança na legislação sobre o aborto na Coreia do Sul.

14 Things Catholics Should Know About Kamala Harris

O currículo abortista e anticatólico da vice de Biden.

Haile Selassie, R+I+P

Um pequeno texto sobre o imperador Haile Selassie da Etiópia, um verdadeiro monarca cristão, embora cismático, que foi covardemente morte por comunistas ingratos.

Em todo o país, casas de movimentos pró-vida acolhem mulheres que decidiram não abortar

Um trabalho que a ” grande mídia” teima em esconder.

A persona Papae está em cisma com o Papado

O Arcebispo Viganò explica seu entendimento sobre a coexistência entre a Igreja e a seita pós-concliar, aproximando-se do que Gustavo Corção ensinava sobre o tema.

Sermon for the 12th Sunday After Pentecost: The Problem of the Law

O valor da Lei Mosaica no Tempo da Graça.