Golpes e golpes

Os últimos acontecimentos na Turquia, que infelizmente não resultaram na derrubada do populista islâmico Erdogan, mostram, de modo claro, como a tese de golpe, isto é, de um movimento sem lastro popular, defendida pelos aloprados da esquerda no que se refere ao impechment de Dilma, é uma lorota. Lá, goste eu ou não, Erdogan contou com a massa que foi à rua para defendê-lo, e defendê-lo a ponto de perder a vida; aqui ninguém se mexeu, num claro sinal da legitimidade de todo o processo de retirada da Apedeuta do poder.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s