Angelus Ad Virginem

Angelus Ad Virginem é uma canção popular medieval (Inglaterra), que constitui uma versão poética da Anunciação (cheia de tensão dramática e profundidade teológica). Existem várias versões dessa música, sendo que a mais antiga está registrada num manuscrito do século XIII, contendo a letra em inglês, francês e latim:

Ángelus ad Vírginem subíntrans in conclave,
vírginis formídinem demúlcens, inquit, “Ave”.
“Ave, regína vírginum, caeli terraeque Dóminum
concípies et páries intácta, salútem hóminum;
tu porta caeli facta, medéla críminum”.

“Quómodo concíperem quae virum non cognóvi?
Quáliter infríngerem quod firma mente vovi?”
“Spíritus Sancti grátia perfíciet haec ómnia;
ne tímeas, sed gáudeas secura quod castimónia
manébit in te pura Dei poténtia.”

Ad haec virgo nóbilis respóndens inquit ei:
“Sérvula sum húmilis omnipoténtis Dei.
Tibi caelésti nuntio, tanti secréti cónscio
conséntiens, et cúpiens vidére factum quod audio,
paráta sum parére Dei consílio.”

Ángelus dispáruit, et statim puelláris
úterus intúmuit vi partus virginális:
quo circumdátus útero novum ménsium número;
post éxiit, et íniit conflíctum, afflígens húmero;
crucem qua dedit ictum soli mortífero.

Eia, Mater Dómini, quae pacem redidísti
ángelis et hómini, cum Christum genuísti:
tuum exóra Filium ut se nobis propítium
exhíbeat, et déleat peccata, praestans auxílium
vita frui beáta post hoc exsílium.

Veio o Anjo à presença da Virgem,
e entrando em sua morada,
com aquele “Ave”,
os temores da Virgem serenou.
“Ave! Ó Rainha das Virgens,
o Senhor dos Céus e da Terra disse
que conceberás e darás à luz intacta;
serás porta do Céu,
para salvação dos homens
e remédio dos pecadores”.

“Como se fará isso,
pois não conheço varão:
Como poderei romper
o que com fortaleza prometi?”
“A graça do Espírito Santo
realizará tudo isto;
não temas, mas alegra-te,
serena, porque a tua virgindade
será conservada intacta
pelo poder de Deus.”

A isto, a nobre Virgem
respondeu ao Anjo, dizendo:
“Humilde escrava sou
do Deus Onipotente.
A ti, mensageiro celestial,
confidente de tão grande segredo,
dou consentimento, e desejo
ver cumprirem-se tuas palavras;
preparada estou para obedecer
à vontade de Deus.”

Tendo desaparecido o Anjo,
logo concebeu a donzela.
E Aquele que durante nove meses
em seu claustro maternal
esteve contido,
nasceu depois, por um parto virginal,
e começou a luta
suportando nos ombros a Cruz.
com a qual desferiu
um único e mortífero golpe.

Eia, pois, ó Mãe do Senhor,
que gerando a Cristo
restituíste a paz
aos Anjos e homens:
Intercedei junto a vosso Filho
para que Ele se mostre propício a nós,
apague os nossos pecados
e, pelo seu poderoso auxílio,
conduza-nos depois deste exílio
ao gozo da eterna bem-aventurança

Uma resposta em “Angelus Ad Virginem

  1. Obrigado pela tradução!

    Estou tentando traduzir o álbum Christmas dos King’s Singers e você me ajudou bastante. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s