Os sinos se calaram

Os sinos tiveram uma função religiosa, social e poética na segunda metade do século XIX e princípio do XX. Os campanários embelezavam as igrejas e retratavam fortes simbologias. O dobrar dos sinos anunciava: festas extraordinárias, ação de graças, missas, trovoadas, aniversários, casamentos, incêndios… E mortes. E enterros. Partituras em dó, em mi, em sol. Os sinos não se calaram. Ainda ressoam clamando misericórdia.

– Fátima Quintas (O Recife de ontem – Jornal do Commercio 06/06/12)

É interessante como essa variedade de toques de sinos se perdeu. Já ouvi falar que aqui na Arquidiocese de Olinda e Recife só na paróquia da ilha de Itamaracá ainda sabem qual a nota de cada tipo de toque.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s