Mimimi cinematográfico

Ontem fui ver Alien, o Resgate na seção de clássicos da X Janela Internacional de Cinema do Recife e presenciei uma cena que mostra bem toda a paranoia dos esquerdopatas: o competente, mas sempre pernóstico e perigoso Kleber Mendonça, ao ser cumprimentado por Josias Teófilo, diretor do documentário sobre as ideias de Olavo de Carvalho, esnobou seu colega, recusando-se a apertar as mãos dele com um gesto ridiculamente infantil. Logo se vê que a tolerância e defesa da pluralidade que Kleber diz ter é só para quem recita sua cartilha; ao invés de aparar arestas, sinal de maturidade, ele prefere suscitar rusgas de fundo político, incendiando ainda mais o cenário para as eleições do ano que vem. Isso para não falar de uma alfinetada nas legendas do filme, onde epíteto de “coxinha” foi usado para qualificar um dos personagens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s