Existem mesmo apenas sete sacramentos?

É verdade que, antes da Idade Média, havia na Igreja muito mais do que sete sacramentos, e que foi só então que as autoridades eclesiásticas, com uma simples “canetada”, decidiram reduzir o número destes ritos sagrados? E o que são, afinal de contas, os sacramentos? Em que eles se distinguem dos chamados “sacramentais”?