Categorias
Bíblia

Quem eram os Reis Magos?

Categorias
Bíblia Catequese

Por que Jesus nasceu em Belém?

Pergunta recebida de um leitor:

Uma pergunta trivial que me veio hoje na cabeça: existem algum motivo para Jesus ter nascido em Belém?

Existe um motivo de ordem natural e um de ordem sobrenatural.

O de ordem natural é que houve um censo promovido pelos romanos e São José, sendo da família do Rei Davi, precisou ir até a cidade de onde vinham seus ancestrais para cumprir as formalidades legais.

O de ordem sobrenatural é que o nascimento de Jesus em Belém tinha sido profetizado 700 anos antes, conforme está escrito no livro do profeta Miqueias (V, 1): “Mas tu, Belém de Éfrata, tão pequena entre os clãs de Judá, é de ti que sairá para mim aquele que é chamado a governar Israel. Suas origens remontam aos tempos antigos, aos dias do longínquo passado.”

Portanto, podemos dizer que o censo romano foi o instrumento que Deus usou para que seu plano fosse cumprido.

Vale lembrar também que Belém significa “casa do pão” e Cristo é o Pão da Vida.

Categorias
Bíblia

Qual o nome de Deus?

Categorias
Bíblia Catequese História

O Templo de Jerusalém no tempo de Jesus

Um vídeo muito didático de Max Cardoso sobre o Templo na época de Jesus (as analogias com a arquitetura interna das igrejas e com as formas litúrgicas tradicionais do cristianismo são evidentes):

Categorias
Apologética Bíblia

O Pai Nosso apócrifo dos protestantes

Categorias
Bíblia Liturgia

Índice das Escrituras no Missal romano (1962)

Mais uma vez apresento aos leitores uma tabela que nos ajuda a descobrir o patrimônio espiritual presente no Missal romano (tradicional e de 62, obviamente), que é o melhor modo de respondermos ao Motu Impróprio de Francisco, o peronista; no caso, temos um índice com os trechos de cada livro da Bíblia:

É bom lembrar, contudo, que a superioridade do Lecionário tradicional não está na quantidade, mas na qualidade aliada a um ciclo natural.

Categorias
Bíblia Liturgia

Elementos bíblicos no Missal Romano (1962)

Um vislumbre, com ajuda de uma tabela, da riqueza bíblica presente no Missal (claro, do rito gregoriano/62):

É bom lembrar que isso não é tudo, pois mesmo as orações de origem eclesiástica muitas vezes apontam para imagens da Escritura.

Categorias
Bíblia

São Matias ou São Paulo?

Pergunta recebida de um leitor:

Quem sentará junto de Cristo, compondo o número dos Doze Apóstolos, para julgar as nações no dia do juízo final?

Em Atos dos Apóstolos está escrito que São Matias é um dos Doze, mas São Paulo é também chamado apóstolo, inclusive vemos sempre em nossas igrejas, quando pintam os apóstolos, colocam São Paulo no lugar de São Matias.

A consagrada Bíblia Haydock, que traz um amplo e tradicional comentários da Sagrada Escritura, diz o seguinte sobre Mateus XVIII, 28 (tradução minha):

“Jesus Cristo chama aqui a ressurreição geral de regeneração porque haverá então uma renovação do corpo humano e do mundo inteiro. A promessa que é feita aqui aos Apóstolos de sentar-se em tronos no Julgamento Geral, e condenar as 12 tribos de Israel, não deve ser entendida como limitada aos apóstolos, ou aos judeus. Para São Paulo (I Coríntios VI 2- 3), não somente ele, mas também muitos dos coríntios aos quais ele estava escrevendo, julgariam não apenas as 12 tribos, mas o mundo inteiro e, além disso, os próprios anjos. É opinião de muitos dos Padres, São Jerônimo, Santo Agostinho, São Gregório e outros, que todos os homens apostólicos, isto é, que renunciando aos bens desta vida aderem a Cristo em mente e afeição, e por todos os meios possíveis promovem seu reinado e a propagação de seu Evangelho, serão honrados a ponto de sentarem-se em julgamento com Ele na ressurreição geral.”