Quando o nível e os valores eram outros: Plínio Salgado – Arquivo Sonoro da Câmara dos Deputados (1961)

1) Evento: Câmara dos Deputados – Sessão Ordinária; Data: 24/08/1961; Orador: Plínio Salgado; Qualificação: Deputado Federal; Anotação: Aparte.

2) Evento: Câmara dos Deputados – Sessão Ordinária; Data: 25/08/1961; Orador: Plínio Salgado; Qualificação: Deputado Federal; Anotação: Encaminhamento de Votação.

3) Evento: Congresso Nacional – Sessão Extraordinária; Data: 28/08/1961; Orador: Plínio Salgado; Qualificação: Deputado Federal.

4) Evento: Congresso Nacional – Sessão Extraordinária; Data: 30/08/1961; Orador: Plínio Salgado; Qualificação: Deputado Federal. Continuar lendo

Rememorando o genocídio armênio

Entre as várias efemérides que essa quarentena tem trazido à minha mente (como a de meu bisavô ter vivido algo semelhante, em 1918, com a gripe espanhola), hoje veio a do genocídio armênio, o primeiro genocídio do sangrento século XX. Embora não seja tão lembrado quanto o dos judeus, esse massacre provocou a morte de 1,5 milhão de pessoas e foi motivado pelo ódio religioso e pelo romantismo nacionalista (que difere do patriotismo, uma virtude).

De fato, 105 anos atrás os impérios multinacionais, que marcaram boa parte da história humana, já eram vistos como relíquias e relíquias que punham em risco o futuro da nação dominante. Não é de admirar que a I Guerra tenha varrido o Império Otomano, o Austro-húngaro e o Russo. No caso do primeiro, o impulso nacionalista se misturou com a agressividade característica do maometanismo e promoveu a perseguição aos cristãos armênios (a Turquia moderna, nascida nesse caldo, nega o genocídio até hoje).

No intuito de não deixar a data passar, preparei a seguinte galeria:

Loreto: Milagre e Mistério

No dia 10 de dezembro celebra-se a Translação da Santa Casa de Loreto. Segundo a tradição, a Casa na qual viveu a Sagrada Família foi milagrosamente transportada pelos anjos de Nazaré, na Galileia, para Loreto, na Itália.

Há quem considere tudo isso uma lenda absurda e que, na verdade, com a invasão dos muçulmanos, a Casa foi transportada pelos cruzados para a Itália.

Na transmissão ao vivo de hoje, com Padre Paulo Ricardo, você vai conhecer os dados arqueológicos que mostram o contrário (foram os anjos mesmo!) e como o Milagre da pequena Casa ilumina enormemente o Mistério do Natal.