Uma reflexão sobre o número de filhos

Neste vídeo, o Conde reflete sobre a postura que o casal católico deve ter em relação ao número de filhos. Ele confronta a vida moderna com as exigências da doutrina católica, e, sem abrir mão dos princípios basilares da fé, aplica o planejamento familiar natural; esse é o caminho certo para se refletir sobre moral, pois o mero automatismo na aplicação de regras ou o esquecimento das exigências que Cristo nos faz, são formas de se propagar o erro e a falta de caridade. Como essa filmagem foi realizada durante uma semana em que ele se envolveu em polêmicas com parte do “mundo tradicionalista”, um ou outro eco dessas discussões aparece, mas peço que se faça um esforço de abstração, pois obviamente posto o vídeo sem concordar com a maneira como seu autor se posiciona frente à resistência à crise pós-conciliar.

A mão invisível que destrói as famílias

Os casamentos mal começam e já terminam. Os pais descuidam completamente da educação de seus filhos. Os irmãos vivem em pé de guerra dentro de casa. Os filhos já não querem saber mais de seus pais.

O que está acontecendo? Por que as famílias não estão mais dando certo? De quem é essa “mão invisível” que destrói os nossos lares?

Qual é a missão de um pai?

A São José coube a nobre e exigente tarefa de ser o pai adotivo do Filho de Deus.

Olhando para a sua identidade espiritual e missão diante de Deus, Padre Paulo Ricardo mostra, nesta aula, como os homens podem viver plenamente a sua paternidade no mundo de hoje.